Humanizando o Sexo

É verdade que não é saudável ficar sem se masturbar?

Posted on: 13/06/2011

Por Jason Evert

Alguém no colégio me disse que não era saudável ficar sem se masturbar, e que isso a longo prazo podia fazer mal ao meu corpo. Isso é verdade?
***

Isso é um mito. Não há um “aumento” constante de “pressão” que venha fazer mal ao indivíduo se ele não se masturbar. Da próxima vez que ouvir alguma coisa do tipo, peça para a pessoa que mostre a pesquisa médica que dá suporte ao que ele está dizendo.

Se a evidência científica mostra alguma coisa, mostra que a masturbação é prejudicial tanto para homens quanto para mulheres. Se você já teve alguma aula de psicologia, provavelmente aprendeu sobre o cachorro da experiência de Pavlov. Ele era um cientista , e nesse experimento ele tocava um sino toda vez que estava prestes a alimentar o seu cachorro. Ao fazer isso, o cachorro passou a associar o sino com a comida, e começava a salivar com o som do sino. Isso é conhecido como resposta condicionada.

A mente humana pode ser treinada do mesmo modo. De fato, o centro de prazer do cérebro é a parte mais facilmente treinável da mente humana. Esse centro é chamado de Núcleo Pré-óptico Medial (NPM), e quando o corpo experimenta grande prazer, como no clímax sexual, essa parte do cérebro é recompensada. De acordo com uma pesquisa do Dr. Douglas Weiss (1), quando uma pessoa experimenta excitação sexual, o cérebro libera endorfinas que ajudam a treinar o NPM a associar prazer o que a pessoa estiver experimentando no momento do prazer, com o que ela estiver fazendo, olhando, cheirando, etc. Inconscientemente, a pessoa forma uma ligação entre o prazer sexual e uma particular imagem, cheiro, ou pessoa.

Essa ligação é posteriormente solidificada pela liberação de um neuropeptídeo chamado oxitocina, durante o prazer sexual. Isso também cria um vínculo entre as pessoas durante o ato sexual. Se uma pessoa estiver sozinha, ainda assim cria um vínculo mental com o que estiver fantasiando sobre. O mecanismo de vínculo é prejudicado pelo sexo casual (2). Essa descoberta científica lança novas luzes sobre as palavras de São Paulo: “Não sabeis que aquele que se une a uma prostituta torna-se com ela um só corpo? Pois está dito: ‘Os dois serão uma só carne’… Fugi da devassidão. Em geral, todo pecado que uma pessoa venha a cometer é exterior ao seu corpo. Mas quem pratica imoralidade sexual peca contra seu próprio corpo” (1 Cor 6, 16-18).

Quando uma pessoa experimenta um clímax sexual enquanto se masturba e fantasia outra pessoa em sua imaginação, ele está treinando seu cérebro para ser estimulado com as imagens de fantasia de sua própria mente. Se é isso que o cérebro de um homem ou de uma mulher passa a identificar como causa de prazer sexual, então onde fica a futura esposa ou o futuro esposo um dia? Eles não são fantasia, são seres humanos reais. Portanto, ao invés de ser capaz de usufruir de prazer com a pessoa real no leito matrimonial, o indivíduo treinado pela masturbação pode se sentir compelido a encontrar estímulo em fantasias interiores, mesmo enquanto tenta fazer amor com a esposa. Homens e mulheres podem procurar o adultério, boates para “adultos”, pornografia, ou uma luxúria desordenada um pelo outro, a fim de satisfazer seus “desejos”. Frequentemente, especialmente para os homens, o hábito da masturbação continua, na tentativa de lidar com as “necessidades” sexuais. Isso se torna um câncer no casamento.

Agora, isso não significa que você está condenado a um casamento com problemas, caso já tenha experimentado prazer sexual com alguém que não seu esposo ou esposa. Entretanto, isso quer dizer que você terá obstáculos a vencer, que as pessoas sem esse “passado” não terão. O cérebro pode ser “re-treinado”, mas vai levar tempo, de acordo com a profundidade do hábito que se formou.

Isso nos mostra que o plano de Deus para nossa sexualidade está estampado em nossa anatomia. Se as pessoas viverem de acordo com a verdade de Deus, seus corpos irão associar o prazer sexual com a figura do esposo ou esposa. Deus projetou nossos corpos para garantir a atração fisiológica entre um casal. Suas mentes foram treinadas dessa maneira. Como diz a Bíblia: “Preserva tua água para ti e não sejam teus sócios os estranhos. Seja bendita a tua fonte e alegra-te com a esposa da tua juventude: corça querida e gazela graciosa, suas carícias te inebriem em todo o tempo, e te alegres sempre no seu amor” (Provérbios, 5, 17-19).
_____________________________

(1) Douglas Weiss, M.D. “The Final Freedom” (Forth Worth, Texas: Discovery Press, 1998). (2) Eric J. Keroack, M.D., FACOG and Dr. John R. Diggs Jr., M.D., “Bonding Imperative”, a special report from the Abstinence Clearinghouse Medical Council.

Trecho do livro: “If You Really Loved Me”, de Jason Evert (San Diego, Catholic Answers, 2003), págs. 124-126.

Fonte: http://vidaecastidade.blogspot.com/

About these ads

3 Respostas to "É verdade que não é saudável ficar sem se masturbar?"

A primeira observação a fazer sobre este texto é que ele se refere a uma masturbação especifica, aquela que vem acompanhada do uso da visualização óptica ou mental. Daqui é importante que se observe que para que se visualize o corpo de uma pessoas é necessário uma noção previamente estabelecida, em outras palavras eu preciso antes, ver para que consiga idealizar. e algo que é importante a ser trabalhado por tanto é que nem todo mundo faz uso desse tipo de pratica. muitas pessoas apenas sentem-se impulsionadas a auto-erotizarem-se apenas com o auto-toque, toque esse que gera prazer. Se o que eu afirmo agora fosse invalido os deficientes visuais de nascença não se masturbariam, afinal como estes poderiam visualizar o corpo alheio sendo que não possuem e nunca iram chegar nem mesmo perto de possuir a imagem visual de um corpo de outro individuo?

Nós como seres humanos temos por objetivo de vida a busca pelo prazer e a aversão ao desprazer/desconforto, só que o nosso corpo não possui a capacidade de diferencia “os tipos de prazeres”, nosso cérebro não classifica o prazer (esse é o prazer do orgasmo, esse outro é o prazer de um abraço carinhoso, já esse aqui é o prazer de está se sentindo em paz, esse prazer aqui é o de ser elogiado, etc). E então por que eu sinto de forma diferenciada?
sentimos alguma diferença “na sensação de prazer” (que é um só para tudo em nossa vida) pelo fato de que nós mesmo impomos isso, por conta das regra da sociedade a qual pertencemos.

Por tanto façamos um teste agora:

Passe a sua língua sobre sua gengiva superior que se situa sobre os dentes da frente de forma suave, lenta e o mais confortável possível (não é preciso nenhum esforço).

Pronto! Você acaba de retirar prazer do seu próprio corpo e isso é um tipo de masturbação. a unica diferença entre acariciar a sua gengiva e a sua genitália é que na genitália existe mais do que o dobro de terminações nervosas e vasos sanguíneos por tanto, esta regiam gera mais prazer do que outras em particular.

Por fim, o pecado não está na masturbação mas sim na cobiça de outras pessoas desejando-as sexualmente e idealizando um ato carnal com a mesma. quer seja mental ou por qualquer via pornográfica. se fosse mesmo pecado, O SÁBIO DEUS A QUEM EU SIRVO tereia deixado isso de forma sucinta e bem simplificada em suas palavras. Palavras estas que mencionam vários tipos de pecados até os de ordem sexual, mas não menciona nada sobre isso, até mesmo por quer estas palavras Pertencem ao Deus Criador de todas as coias ele mesmo nos fez e por tanto sabe que essa pratica é natural de todo individuo e que já vem da infância (de uma outra forma que não convém adentrarmos até o momento) e que se estende durante toda a vida, mesmo a dois ou não.

ficar sem se masturbar (o que não é impossível mas muito improvável e inviável) realmente não trará males, a menos é claro que o individuo deseje tocar-se (o que não é de forma alguma abominável mas sim saudável) mas não o faça sob medo de está em pecado. nesse caso ou ela casa-se irresponsavelmente (sem generalizações) sem ter ainda a capacidade de auto-sustento ou somatizará isso, ou ainda se considerará um eterno pecador indigno da salvação. E infelizmente esse quadro é muito comum entre adolescentes evangélicos e nitidamente um grande motivo para o abandono parcial ou total da igreja!

Jesus nos ama, seu amor é tão grande que ele morreu por nós. e ele não nos proíbe de nada o que ele pede é uma vida consagrada a ele e que não façamos nada que venha a prejudicar ou se quer lesar a nós mesmos ou ao nosso próximo e que Ele nos abençoe.

Ps: o texto acima não possui a intenção de ofender a nenhuma das ideias de caráter religioso ou pessoal. Estando o seu criador disponível á debates saudáveis que venham a nos fazer aprender um pouco mais sobre nós mesmos e sobre deus.

Bom dia. Cheguei a esse texto pesquisando sobre os possíveis males de uma pessoa não se masturbar. O curioso é que encontramos muito mais sites incentivando à masturbação como algo saudável, e pouquíssimos que falam sobre o que realmente eu procurava saber. É mais fácil você achar pornografia na internet do que qualquer outra coisa.

Tenho entre 30 e 40 anos e não me masturbo a mais de 3 semanas. Já estava tentando deixar de me masturbar a pouco tempo antes disso e me incomodaram as últimas vezes que fiz. No meio disso, tenho um fim de namoro a mais de dois meses, mas com algumas recaídas, sendo que a última foi a 13 dias atrás, com sexo. Sei que para alguns esses 13 dias serão bastante tempo sem ter esse prazer, mas outros acharão pouco tempo. Mas em outras épocas, para mim seria impossível pensar em tanto tempo sem me masturbar. Hoje já procuro me relacionar com outras mulheres mas ainda não teve sexo. Não é fácil mas hoje vejo que também não é nada de outro mundo e estou suscetível a voltar a me masturbar a qualquer momento.

Wellyson, acho legal a gente poder debater sobre isso e não só aceitar o que a gente lê e vê em sites e programas televisivos, que pregam tudo com a maior naturalidade e que se não formos da maneira como eles pregam estaremos sendo caretas, ultrapassados, doentes, etc. Está cheio de sexólogas na televisão ensinando como usar tal aparelho, como fazer tal posição, etc. Eu sempre achei uma baboseira tremenda e as vezes chega a ser engraçado de tão ridículo. Mas eles vendem isso como se fosse algo normal. Pra mim, sexo se aprende a fazer fazendo. Hoje não penso em deixar de ter meus prazeres, mas deixar o prazer para a hora do prazer e não na hora que passa na televisão.

Achei muito interessante quando você falou sobre a questão dos cegos. Eu nunca tinha pensado na relação deles com a masturbação, até porque a minha sempre foi muitíssimo visual!!! Vou pesquisar sobre isso. Agora eu não concordo quando você fala que “Nós como seres humanos temos por objetivo de vida a busca pelo prazer”. Acho que só a busca pelo prazer é muito pouco para nós seres humanos. Pra mim isso soa como algo de um primata/antepassado nosso, somos muito mais do que isso. Nós temos mais capacidade do que só a busca do prazer. Temos capacidade de nos adaptarmos para viver uma vida em sociedade, e nessa, precisamos deixar de pensar só no prazer para conseguir viver em conjunto, com os outros. Para mim isso é a evolução, é aonde estamos, e pensar unicamente no prazer como objetivo de vida seria algo que já superamos. Os prazeres são prazerosos e ponto. Mas viver só pra isso é egoísta. Imagina os pais de uma criança pensando dessa forma. Valerá sempre mais o prazer de cada pai individualmente e eles deixarão a criação do filho em segundo plano para a busca desse prazer. Porque a boa criação de um filho não é só prazer. As vezes é renúncia, comprometimento e nisso podem vir os desprazeres/desconfortos naturais na vida de cada ser humano.

De qualquer forma, obrigado pelos textos e pela oportunidade.

Abraço,
Anderson.

muito interessante a sua colocação Anderson. Quanto a sua discordância sobra a busca pelo prazer, Veja Bem: isso é psicologicamente real, porem não pode ser observado a nives de senso comum pois são da ordem do inconsciente humano. Os animais, todos eles, até mesmo uma ameba ou uma simples bactéria, buscam somente sua autopreservação (fugir da dor e busca de subsidência) com o ser humano o processo vai alem disto pois o ser humano é um ser atualizante que busca a felicidade. mesmo que algumas ações pareçam destrutivas sempre há um ganho, mesmo que implícito ao inconsciente.
e somente psicoterapias podem revelar isto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Sobre

O blog Humanizando o Sexo tem como objetivo conscientizar os jovens e adolescentes do risco de banalização de sua sexualidade e motivá-los a viver a virtude da castidade. Aqui também serão divulgados estudos e reportagens sobre as falhas do preservativo e de outros métodos contraceptivos, dados que costumam ser ocultados e falseados pela mídia, especialmente durante as campanhas de distribuição de preservativo no carnaval.

O QUE É A CASTIDADE?

SEXO TEM PREÇO!

Visitantes

  • 31,636

Clique para receber nossas atualizações no seu email!

Humanizando o sexo

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: